close

LATEST POSTS from yuze

yuze na mídia #19 – Estudo aponta cinco áreas para inovação em Londrina

Saulo Ohara
Saulo Ohara - O diálogo com a sociedade está no DNA da PZL Eletrônica O diálogo com a sociedade está no DNA da PZL Eletrônica
A economia com um olhar mais atento para a inovação tecnológica, na qual o setor produtivo e instituições de ensino se conversam para o desenvolvimento calcado em um planejamento de médio e longo prazos. Em linhas gerais essa é a proposta do Planejamento do Ecossistema de Inovação de Londrina, que está em elaboração.
O projeto vem sendo discutido por representantes dos setores públicos e privados há mais de um ano e elencou cinco áreas prioritárias com potencial de inovação. São eles: agronegócio, TIC (telecom, hardware e software), química e materiais, eletrometalmecânico e saúde. A Fundação Certi, uma organização de pesquisa, desenvolvimento e serviços tecnológicos de Florianópolis, fez uma radiografia das cadeias produtivas da cidade levando em consideração a vocação, as potencialidades, as tendências e oportunidades de negócios. Segundo o economista, professor e colunista da FOLHA, Marcos Rambalducci, "faltava unificar os esforços de cada instituição, pública e privada no sentido de viabilizar a elaboração de estudos voltados a entender quais caminhos seriam mais propícios. Ele afirma que desenvolver economicamente uma cidade é estimular a criação de empregos, geração de renda e elevação na arrecadação. "Em última instância é melhorar a qualidade de vida de seus munícipes." Há uma década, começou a surgir em Londrina as governanças de TI, os hackathon, o smartagro e agora a cidade começa colher os frutos dessa inovação. E, de acordo com o gerente regional Norte do Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná)Herverson Feliciano, faltava uma organização para potencializar as ações já existentes e fomentar novas iniciativas. "O princípio básico da inovação é a conexão das pessoas. Fazer com que os setores diferentes, academia, entidades de pesquisas conversem entre sim. Quando falamos em um ecossistema, a ideia é criar uma rede de distribuição e conectividade. Essa dinâmica é que gera desenvolvimento e inovação", explicou.
Ricardo Chicarelli
Ricardo Chicarelli - Guilherme Eiras: falta interação entre as áreas Guilherme Eiras: falta interação entre as áreas
SURPRESA Para Feliciano, o apontamento do setor químico e materiais pela fundação foi uma surpresa. "É algo pouquíssimo explorado em Londrina, mas que tem um potencial enorme comparado com outras regiões do Brasil. Esse é um setor subexplorado", comentou. Segundo ele, há diversas pesquisas na área, mas poucas empresas estão dedicadas a esse segmento. "Quando você fala em agronegócio, TIC, metalmecânica, é perceptível que Londrina é forte, mas engenharia de materiais e química nem tanto. Por isso, foi importante esse raio-X da Fundação Certi, que mostrou a capacidade de alavancar a competitividade de áreas que não estávamos olhando", disse o gerente.
Aline Machado Parodi Reportagem Local
abc

yuze na mídia #18 – Parceria entre Intuel e Sebrae capacitou mais de 70 empreendedores no segundo semestre de 2015.

Parceria entre Intuel e Sebrae capacitou mais de 70 empreendedores no segundo semestre de 2015.
imagem internet
O projeto Trilhas de Aceleração ofereceu aos incubados cursos quinzenais em diversas áreas. Entre os meses de julho e novembro de 2015 o Sebrae Londrina, em parceria com a Incubadora Internacional de Empresas de Base Tecnológica da Agência de Inovação Tecnológica da Universidade Estadual de Londrina (Intuel/Aintec), desenvolveu o projeto Start It Up - Trilhas de Aceleração, que tem como objetivo o treinamento e a capacitação de startups. Na Intuel, ao todo 74 pessoas foram capacitadas em quase 40 horas de cursos, palestras e oficinas. Entre elas, empreendedores de empresas incubadas na Intuel, além de representantes das empresas juniores Business Consultoria (Administração), ELO Consultoria (Psicologia), 3E (Engenharia Elétrica) e Tergeo (Geografia). Walter Maier Neto, sócio da Agropixel, destacou a importância dessa iniciativa. "Foi essencial para alinharmos a estratégia da empresa, rever e aprender novas técnicas, conceitos e teorias", conta. Ele explica que os cursos foram uma forma de parar a correria do dia a dia e repensar o planejamento, elaborar e monitorar o plano de ação da empresa, que terminou 2015 listada como as 100 empresas de alto potencial de investimento no Brasil. No total, foram ministrados dez cursos de qualificação em diferentes áreas, tais como gestão, jurídico, gestão da inovação, excelência em gestão, entre outros. Para Guilherme Eiras, sócio da Osaka, empresa também incubada, o treinamento de Modelo de Excelência em Gestão (MEG), foi o mais proveitoso. "Por apresentar uma metodologia validada internacionalmente, possibilitou melhorar os processos de gestão e monitoramento de indicadores da nossa empresa", avalia. Fabrício Bianchi, consultor do Sebrae Londrina, ressaltou o impacto positivo das parcerias com Instituições de Ensino Superior (IES), Incubadoras e Empresas Juniores. "Essa união é algo muito forte e que gera muitos negócios inovadores. Temos observado isso no momento em que projetos incubados entram no mercado competindo em alto nível", analisou. Ele também comentou que para o Sebrae é surpreendente a capacidade estratégica dos empreendedores em desenvolverem suas startups e o ecossistema em que estão inseridas. Em 2016, a parceria entre Sebrae e Intuel vai continuar e a previsão é que os cursos sejam retomados ainda no primeiro semestre. Intuel Um dos objetivos da Intuel é promover o empreendedorismo inovador, por meio do apoio a projetos e empreendimentos de base tecnológica visando a criação e desenvolvimento de startups inovadoras e sustentáveis. Todas as ações realizadas na incubadora são balizadas pelo Centro de Referência para Apoio a Empreendimentos (CERNE) que é um sistema de gestão da qualidade dos processos de incubação. Conheça a Intuel pelo site: www.aintec.com.br/intuel Natalia Malvezzi Comunicação Aintec AINTEC - Agência de Inovação Tecnológica da UEL (43) 3371-5812 www.aintec.com.brabc

yuze na mídia #17 – Cinco Startups Londrinenses são selecionadas para incubação na UEL

Cinco Startups Londrinenses são selecionadas para incubação na UEL.
Socio fundador da Osaka, Guilherme Eiras
Socio fundador da Osaka, Guilherme Eiras
Empreendimentos são de diferentes setores e com alto potencial inovador A Agência de Inovação Tecnológica da UEL (Aintec) selecionou cinco empreendimentos que serão incubados por meio da Incubadora Internacional de Empresas de Base Tecnológica da UEL (Intuel). Três dos projetos são voltados à área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), um da área odontológica e outro da área de meio ambiente. Os novos empreendimentos iniciam o processo de incubação em janeiro de 2015. "Nossa expectativa é grande, pois como a UEL é referência em pesquisas na área agrícola, ser incubado na Aintec/Intuel será uma junção positiva. Temos um produto que levará o conhecimento ao campo e criar uma empresa já com essa parceria será estratégico", avalia Francisco Nogara, empreendedor da Selite que foi aprovada no processo seletivo. A Aintec bateu o recorde de inscrições nesse processo seletivo, foram 26. "Isso mostra a grande demanda de profissionais querendo empreender. A escolha envolveu uma série de critérios, entre eles, o alto potencial inovador dos produtos", explica Edson A. Miura, diretor da Aintec. Dos 26 projetos inscritos, 15 foram selecionados para a segunda fase, que foi composta por uma banca avaliadora de especialistas em várias áreas. Além da inovação, as propostas foram avaliadas também pelo potencial de mercado, pelo perfil do empreendedor e sua equipe, pelo capital, gestão e o modelo de negócios. "No próximo ano, serão sete novos empreendimentos na Intuel, sendo que além desses cinco novos, outros dois da área de biotecnologia serão incubados, pois foram vencedores na 5ª Feira da Ideia e Inovação. São novos negócios que irão crescer com o apoio da incubadora, que atua na promoção do empreendedorismo inovador", salienta Edson Miura. Novos projetos Conheça as cinco Startups que foram selecionados pela Aintec: Gestão de árvores – Software voltado à Administração Pública que permitirá a identificação do posicionamento geográfico de cada árvore na cidade, proporcionando um melhor manejo dessas plantas e o aprimoramento da gestão pública. Infiltrador de Água – Acqua Conte - Equipamento para captação de água pluvial e infiltração de água no solo, que atua na prevenção de enchentes, além de retirar das vias públicas o excesso de água pluvial. Lineari – Software que vai facilitar a comunicação entre os fabricantes de móveis e as lojas. Osaka – Cerâmica Avançada – Desenvolvimento de uma cerâmica translúcida para que não haja necessidade de coloração posterior das próteses odontológicas. A Startup já vem desenvolvendo utensílios domésticos ( facas de cerâmicas e afiador de facas Osaka) já utilizando esta tecnologia. Selenite – Sistema de tecnologia de informação voltado a um ambiente para integrar agricultura de precisão, fundamentos agronômicos, ferramentas de gestão, geoprocessamento e sensoriamento remoto. Vencedores da 5ª Feira da Ideia e Inovação Em outubro deste ano, a Aintec promoveu uma feira de protótipos e projetos voltados ao setor produtivo. Dos 30 projetos que participaram da feira, dois deles foram selecionados para serem contemplados com a incubação na Agência. São eles: - Biofertilizantes MA – Empreendimento da área de biotecnologia que vai desenvolver biofertilizantes capazes de diminuir significativamente o custo e aumentar a produção de soja, algodão e milho. - Alterações no microbioma de animais – Empreendimento também da área de biotecnologia vai caracterizar bactérias do intestino de animais como forma de elaborar manejos alternativos ao uso de antibióticos na promoção do crescimento desses animais. Intuel A Aintec, por meio da Intuel, oferece uma série de ações para o desenvolvimento dos projetos inovadores. São disponibilizados cursos e oficinas sobre gestão e administração de empresas; acompanhamento e avaliação contínuas do empreendimento; consultorias e assessorias durante o desenvolvimento do projeto; aplicação do modelo de gestão da qualidade para avaliação e acompanhamento das empresas; serviços de propriedade intelectual; espaço individualizado; e infraestrutura completa. Tatiana Fiuza Coordenadora do Escritório de Transferência de Tecnologia AINTEC - Agência de Inovação Tecnológica da UEL (43) 3371-5812 www.aintec.com.br Gostou do artigo? Seja o primeiro a compartilhar com seus amigos no Facebook. Vera Moraes Designer e Jornalista www.enterx.com.brabc

yuze na mídia #16 – Design e inovação de Londrina terão espaço em feiras internacionais.

Design e inovação de Londrina terão espaço em feiras internacionais.
Abridor de lata Yuze Abridor de lata Yuze
Os eventos acontecerão em fevereiro e março e reunirão investidores e compradores do mundo inteiro Iniciar os planos para exportação chegando a grandes mercados. Essa é a aposta da Yuze, empresa ligada à Incubadora Internacional de Empresas de Base Tecnológica da Agência de Inovação Tecnológica da Universidade Estadual de Londrina (Intuel/ Aintec), que vai começar 2016 participando de duas maiores feiras internacionais do setor de bens de consumo.
Abridor de garrafa Yuze Abridor de garrafa Yuze
Em fevereiro, entre os dias 12 e 16, a Yuze estará na Ambiente, em Frankfurt (Alemanha), e em março nos dias 05 a 08 na International Home + Housewares Show, em Chicago (EUA). A participação da empresa conta com o apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil).
Afiador de faca Yuze Afiador de faca Yuze
Em 2015, no segundo ano de atuação da incubada, junto com o apoio da APEX, iniciou a estruturação do departamento de exportação com a contratação de um colaborador focado no comércio exterior. "Somos uma grande empresa, ainda pequena", brinca Guilherme Eiras, sócio da Yuze. Ele conta que a estratégia da empresa e os produtos são pensados para o mercado global, desde o desenvolvimento de embalagens até conteúdo. "Claro que ainda temos muito para aprender, por isso nossa expectativa inicial é conhecer os mercados e, fazer as primeiras exportações da empresa", explica. Feiras A Ambiente é uma feira, que contará com mais de 134 mil pessoas, entre visitantes e profissionais de mais de 150 países. Os produtos expostos estarão dividos em três categorias. A Yuze vai participar da primeira que é a de Jantar, que abrange utensílios para cozinha moderna e elétrodomésticos. O afiador de facas Yuze, de acordo com Guilherme, será um dos destaques nesse ambiente. O produto foi desenvolvido em parceria com o SEBRAE durante o programa SEBRAETEC. O afiador e os demais produtos do portfólio da Yuze, que hoje totalizam 15 produtos também serão levados para a International Home + Housewares Show, que contará com 2,1 mil expositores e 62 mil participantes de mais de 125 países. Um dos destaques dessa edição é a mostra prévia das novidades dos expositores estreantes, quando compradores e imprensa de todo o mundo visitarão, antecipadamente, o pavilhão que receberá 60 expositores que participarão pela primeira vez desses eventos, incluindo a Yuze. Intuel A Intuel tem como objetivo fundamental apoiar projetos e empreendimentos de base tecnológica, visando à criação de empresas inovadoras e sustentáveis. A missão da incubadora é fomentar o empreendedorismo inovador e para isso disponibiliza uma série de benefícios voltados aos pequenos negócios. Saiba mais em: www.intuel.com.br Yuze A Yuze é uma empresa de utensílios domésticos para cozinha, com materiais em cerâmica e plástico. Desenvolve produtos de alto benefício, focados na experiência de consumo e satisfação pessoal, além de design e funcionalidades inovadores, tornando os processos de utilização mais simples e seguros. Conheça os produtos da Yuze clicando AQUI Natalia Malvezzi Comunicação Aintec AINTEC - Agência de Inovação Tecnológica da UEL (43) 3371-5812 www.aintec.com.brabc

yuze na mídia #15 – Startup londrinense foi selecionada pelo programa Design Export.

Startup londrinense foi selecionada pelo programa Design Export. Programa beneficia empresas que apresentam produtos inovadores e com foco na exportação A Yuze, startup da área industrial de utensílios de cozinha em cerâmica, de Londrina, é uma das contempladas pelo programa Design Export, uma iniciativa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e do Centro Brasil Design (CBD). O Design Export estimula o desenvolvimento de produtos para exportação e o edital contempla empresas que apresentam produtos inovadores. O CBD é especializado em idealizar, desenvolver e implementar projetos estratégicos e processos de design para a indústria e órgãos governamentais, com o objetivo de melhorar a competitividade e o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Possui atuação nacional e conta com um time de experts com visão holística e altamente eficientes. Para a Diretora Executiva do CBD, Letícia Castro, a nova edição do programa contribuirá para que as empresas brasileiras conquistem um diferencial competitivo e consigam se destacar fora do país. "Nosso objetivo é fazer os empresários perceberem o valor do design enquanto agente transformador capaz de gerar inovação, agregar valor e possibilitar avanços estratégicos". A Yuze vai receber um aporte de R$ 18 mil para criar um mecanismo mais eficiente para a utilização de produtos domésticos sem fazer esforço. "O novo sistema vai facilitar os usuários nos movimentos para abrir, girar, moer ou picar, utilizando apenas uma mão", explica Guilherme Eiras, idealizador do projeto. Para ele, a vantagem do programa Design Export é o foco no design. "Nós sempre nos preocupamos com o design, que é fundamental para o desenvolvimento de um produto funcional. O design faz parte da concepção dos produtos da Yuze", afirma. Destaque No norte do Paraná, o Sebrae/PR possui uma linha de atendimento voltada exclusivamente para as startups, que são empresas ancoradas em um modelo de negócios repetível e escalável. O projeto contempla, até agora, a participação de 182 empresas. A Yuze é uma delas. Para Fabrício Bianchi, consultor do Sebrae/PR, a seleção da startup londrinense no Design Export mostra que o projeto está no caminho certo. "Nossas startups estão se destacando em programas de aceleração e em editais que são referência no Brasil e no mundo todo, graças ao bom desempenho e qualidade de seus projetos. Nós, do Sebrae/PR, incentivamos a inscrição em ações como o Design Export porque esses programas conectam as startups a profissionais e instituições que podem ajudá-las a aprimora os seus projetos, aumentando ainda mais a sua competitividade", afirma Bianchi. Sobre o Sebrae/PR O Sebrae/PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná é, para quem já é ou quer ser empresário, a melhor opção para obter informação e conhecimento. Criado na década de 1970, o Sebrae é a instituição que mais entende de pequenos negócios, no campo e na cidade, e possui a maior rede de atendimento do País. No Paraná, conta com 6 regionais e 13 escritórios. A instituição chega aos 399 municípios por meio de Pontos de Atendimento, Salas do Empreendedor e parceiros locais, como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, orientações, capacitações, treinamentos, projetos e programas, soluções com foco em ambiente de negócios; educação empreendedora; empreendedorismo e gestão; empresas de alto potencial e potencialização; liderança; e startups. Informações para a imprensa: Savannah Ações em Comunicação - empresa licitada do Sebrae/PR Assessoria de Imprensa Sebrae/PR - Regional Norte: Giovana Chiquim (43) 9135-3040/ (43) 8808-2598/ (43) 3344-3403 jornalismolondrina@savannah.com.br Coordenação Savannah: Jaqueline Gluck (41) 3035-5669 | 9602-7541 Adriano Oltramari – Jornalista do Sebrae/PR
abc

yuze na mídia #14 – 10 lições que aprendi com minha startup antes de ganhar 1 milhão.

10 lições que aprendi com minha startup antes de ganhar 1 milhão.
Guilherme Eiras Guilherme Eiras
A empresa OSAKA, Startup londrinense fundada no ano de 2012 para desenvolver produtos inovadores em cerâmica avançada, atingiu seu primeiro milhão de faturamento em pouco mais de um ano de mercado. De acordo com o sócio fundador da empresa, o engenheiro mecânico Guilherme Eiras de 26 anos, o sucesso se deu principalmente ao aliar alta tecnologia ao desenvolvimento de utensílios de cozinha inovadores, como o Afiador de Facas OSAKA e as Facas de Zircônia OSAKA. Desde o início da comercialização dos produtos em 2013, em Londrina e região, a empresa explodiu: "Hoje são mais de 1000 Clientes em 22 Estados", revela Guilherme. O crescimento não para por aí: Focada em inovação, a empresa já investiu R$ 200 mil no desenvolvimento do branding (marca e posicionamento de mercado) e no design de 10 novos produtos, que deverão ser lançados em 2015. O projeto só se viabilizou com o apoio do SEBRAE, que por meio de seu programa SEBRAETEC, viabiliza projetos de inovação em empresas nascentes. Inicialmente a marca OSAKA foi criada pensado nas facas de cerâmica, devido ao novo posicionamento de mercado da startup foi criado um novo conceito de branding surgindo a marca YUZE , baseado em design thinking. Guilherme ressalta o apoio de órgãos governamentais para o sucesso de sua startup: "O dinheiro está disponível, mas muitas vezes não há projetos, talvez por desconhecimento dos empresários ou por acharem que é muito difícil." Guilherme vai ser um dos mentores no Startup Weekend Londrina, o maior evento de startups mundial. Vai acontecer nos dias 14, 15 e 16 de Agosto. Guilherme deu dicas preciosas do que aprendeu com sua startup nestes quase 3 anos de existência. Confira abaixo: 1.Esqueça o produto. Todas as empresas sabem o que fazem; algumas sabem como fazem; poucas sabem por que existem. Focar em sua estratégia é o melhor meio de atingir o crescimento e se estabelecer no mercado. Difícil? Comece, então, pensando no seu mercado: defina uma estratégia de posicionamento e atuação de sua marca para seu público-alvo. Só depois defina os produtos. Quem pensa em produto se limita; Pense no mercado e na estratégia, e você rapidamente terá tantos produtos que sua imaginação (e conta bancária) não darão conta. 2.Lance-se o mais rápido possível. Nossa marca foi feita no PowerPoint e nossos primeiros catálogos no Paint. Não espere o "perfeito" para começar a receber feedbacks do mercado. Eles serão indispensáveis para você nortear toda a sua estratégia e pivotar, se necessário. 3.Pivote rapidamente. O termo é derivado do inglês to pivot ("mudar" ou "girar") e designa uma mudança radical no rumo do negócio. A primeira ideia de negócio da empresa foi criar facas de cerâmica. Entramos no mercado timidamente. A segunda ideia foi criar o Afiador de Facas OSAKA. Em seis meses estávamos em quase todos os estados do país. A razão? Entendemos que as pessoas compram benefícios, e não tecnologia. Busque o que seu mercado quer, e se não for o seu produto, mude. Essa é a mudança mais barata. Acredite. 4.Não tenha medo de falar com os grandes. Nossa primeira reunião de vendas foi para colocar o Afiador OSAKA na televisão. Não deu certo, mas recentemente fomos recebidos no showroom de quem seria nosso maior concorrente – e surgiu uma parceria inesperada! Quando procuramos fornecedores, sempre falamos com os maiores da área – muitas vezes imaginamos que os preços são impagáveis – e na maioria das vezes estamos errados. 5.Invista na sua marca. Se você nunca ouviu falar em Branding, é melhor começar: defina como sua marca será vista e percebida por seus diferentes públicos, e qual a linguagem a ser utilizada. Marca forte é aquela que oferece vantagem real ao consumidor e sabe comunicar isso com clareza. Sempre. 6.Busque parcerias. Todos os seus projetos precisarão de (muito) dinheiro. Defina primeiro os projetos; se ele for realmente inovador e escalável, o dinheiro virá. Parcerias são fundamentais também para networking. Associe-se a entidades ligadas ao seu negócio. Os benefícios e projetos geralmente chegam por elas. Procure o SEBRAE. APEX. Associações Comerciais. Projetos setoriais. Aceleradoras. Incubadoras. Conecte-se! 7.Seu problema será o canal de distribuição. Os problemas com o produto ficam pequenos perto dos desafios de distribuição: onde estão seus clientes? Como você fará o relacionamento? Onde encontrar representantes? Vendedores? Distribuidores? Gaste energia com essas questões desde o começo. Respondê-las será fundamental para garantir seu sucesso no mercado. 8.Clientes nem sempre tem razão... Mas não podemos perdê-los! É melhor perder a batalha e ganhar a guerra. Invista em um CRM, seja rápido em suas respostas e esteja sempre em contato. Segmente seus clientes para gastar menos energia e dinheiro em suas campanhas. Esteja sempre um passo à frente. A entrega atrasou? Experimente ligar antes que ele reclame. O problema ainda está ali, mas a receptividade será outra, acredite! 9.Esqueça vendas consignadas. Um de nossos primeiros clientes pegou uma pequena quantidade de afiadores consignada. Seis meses depois, quando estávamos com problemas para suprir nossa demanda, ligamos, para ver como estava seu estoque: não havia vendido nada! Consignação não funciona. Procure sempre os clientes dispostos a pagar por seu produto. Se não encontrar, mude o produto. 10.Tenha um mentor. Procure um investidor anjo, Venture Capital, seu chefe, tio rico... enfim, pessoas com experiência e que te ajudem a tomar as melhores decisões. Sabe aquela "pergunta de 1 milhão de dólares?" Eles tem a resposta. www.osakastore.com.br Quer saber mais dicas deste empreendedor? Faça sua inscrição no Startup Weekend Londrina, Guilherme e muitos outros empreendedores estarão lá para tirar suas duvidas e te ajudar a criar sua startup. Esta esperando o que? Inscreva-se no Startup Weekend Londrina AQUI. Quer saber mais sobre este evento? Clique na pagina principal AQUI.abc

yuze na mídia #13 – Fim de Semana de Empreendedorismo

Começa hoje a Startup Weekend, evento de empreendedorismo que segue até domingo (17), no campus Londrina da PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná). O evento começa às 19h. Durante três dias, equipes se unem para trabalhar em torno de boas ideias de negócios, eleitas por votação. São 54 horas para o desenvolvimento do modelo de negócio, a programação, o design e a validação da ideia. No decorrer do fim de semana empreendedor, os participantes contam com a ajuda de mentores e coaches renomados na área de startups e com mini palestras de temas relacionados à construção de um negócio inovador. A apresentação dos projetos é realizada ao final, com direito a feedback dos jurados. A organização revelou o nome dos "speakers" da Startup Weekend deste ano: Roberto Moreira, um dos fundadores d'A Deliveria (adquirida pelo iFood) e co-fundador da Poog, startup de moda para pets - que fará uma introdução ao evento; Henrique Ceciliato de Carvalho, professor de cursos nas áreas de negócios da PUC-PR campus Londrina e instrutor e consultor organizacional – que irá falar sobre Canvas - Modelagem de Negócio; e Luiz Fernando Gomes, co-fundador e líder de produto @ Lotebox, startup de Recife que atua no mercado de logística marítima. Ele dará dicas sobre o Pitch e como os participantes podem apresentar a sua startup. Segundo Marlon Pascoal, um dos organizadores, o evento já tem mais de 80 inscritos de Londrina e de outras cidades como Balneário Camboriú, Fortaleza, Brasília, Maringá, Rolândia, Arapongas, Apucarana, Cornélio Procópio e Presidente Prudente. As inscrições já estão encerradas, mas os interessados podem entrar em contato com a organização pela página do evento no Facebook (www.facebook.com/SWlondrina/) ou pelo telefone (43) 9 9671-8329 para checar a possibilidade de participar. Em sua terceira edição na cidade, o Startup Weekend é um evento global de imersão onde pessoas que desejam empreender podem se encontrar com empreendedores e descobrir se suas ideias de startup são viáveis. Segundo a organização, mais de 8 mil negócios já foram criados em todo o mundo desta maneira, em cerca de 100 países. No Brasil, um exemplo é o Easy Taxi, que surgiu na edição carioca do Startup Weekend, em 2011. Nomes conhecidos Esse ano, Pascoal destaca a forte presença como mentores de empreendedores londrinenses, que se tornaram especialistas em startups. Estão entre os mentores e coaches da Startup Weekend 2017 Roberto Moreira, da Poog; Mariana Bonora, cofundadora e COO da Bart Digital; Willian Ruivo, empreendedor serial e consultor em gestão com foco em criação de novos negócios e planejamento estratégico empresarial. Também estão presentes Luiz Gomes, da @ Lotebox; Ravi Gama, diretor regional da Founder Institute (Maringá e Londrina), entre outros. Os juízes são o deputado estadual Tiago Amaral, a diretora da PUC-PR campus Londrina Nádina Moreno, o consultor do Sebrae Fabrício Bianchi, Guilherme Eiras, empreendedor do Osaka/Yuze, e Galleger Ilhe, diretor comercial na Bis2Bis Comércio Eletrônico. O facilitador do evento é Zenuel Lins, gestor de Tecnologia da Informação do Grupo Tambaú, idealizador e organizador do primeiro startup weekend do interior de Pernambuco, evangelista de empreendedorismo e apoiador da iniciativa Brasil mais Empreendedor e co-fundador da Startup Comic Bits.
Mie Francine Chiba Reportagem Local - Folha de Londrina
abc

yuze na mídia #12 – Camp de Ecoinovação Agrotech em Londrina vai escolher melhores soluções para a cadeia de grãos

Startups e empreendedores que tiveram suas propostas selecionadas com potencial para o desenvolvimento de soluções para reduzir o impacto ambiental da cadeia de grãos terão agora que defendê-las no Camp de Ecoinovação Agrotech, que acontece em Londrina (PR), entre os dias 18 e 20 de agosto. Os representantes das duas categorias do desafio – ideias de empreendedores e startups em operação ou tração – participarão de painéis e debates sobre ecoinovação para a cadeia de grãos e modelo de negócios com especialistas das instituições organizadoras – ONU Meio Ambiente, Embrapa e Sebrae. Uma das grandes oportunidades para os participantes será a interação com os especialistas de diversas áreas de atuação, que poderão orientá-los para a melhoria das propostas. A orientação acontecerá em dois momentos: o primeiro são os webinars, os seminários on-line que ocorrem nesta semana; o segundo será durante a programação do fim de semana, presencialmente. Os webinars foram organizados em três temáticas e discutem novas tecnologias no contexto da agricultura de precisão no cenário brasileiro, com o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo, Evandro Mantovani; os desafios na competitividade da agricultura e a inovação tecnológica como estratégia, com o pesquisador da Embrapa Soja Alvadi Antonio Balbinot Junior; a ecoinovação para a sustentabilidade no agronegócio, com a especialista da ONU Meio Ambiente Regina Cavini. Para o Camp de Ecoinovação Agrotech, já está confirmada a presença de dez mentores da Embrapa: Alexandre Abdão, doutor em fitotecnia; Carina Rufino, com atuação em comunicação empresarial; Claudine Seixas, com trabalho em fitopatologia; Divania de Lima, com experiência em produção e tecnologia de sementes; Fernando Adegas, com atuação em manejo de plantas daninhas e tecnologia de aplicação de pesticidas; Irineu Lorini, que atua com manejo integrado de pragas de grãos e sementes armazenadas; Ivan Cruz, com trabalhos voltados para controle biológico; José Manoel Marconcini, engenheiro de materiais, com experiência com biomateriais; Marcelo Hirakuri, da área de ciência da computação; Samuel Roggia, pesquisador na área de entomologia. Já a ONU trará para o evento o conceito de ecoinovação e como incorporá-la aos modelos de negócios e estratégias empresariais. A mentoria será realizada por Camila Cavallari, uma das responsáveis pela área de Produção e Consumo Sustentáveis da ONU Meio Ambiente no Brasil. Com experiência em gestão de projetos em compras públicas sustentáveis e rotulagem ambiental, sustentabilidade na gestão pública, turismo sustentável e ecoinovação, Regina Cavini, oficial de programas sênior da agência, fará palestra na abertura e comporá o júri do desafio de startups e ideias. Os mentores do  Sebrae levarão aos participantes orientações voltadas ao empreendedorismo. No segundo dia, os competidores participarão de um bate-papo com foco na sensibilização sobre tecnologia, sustentabilidade e ética com a professora da Faculdade de Tecnologia da Universidade de Brasília (UnB), Cláudia Melo. Doutora em ciência da computação, Cláudia tem 17 anos de experiência na indústria de software, já atuou como CEO de empresas de tecnologia e hoje seus projetos apoiam a agenda de sustentabilidade da ONU para 2030.  Ela também atuará como mentora dos grupos. Nos outros momentos da programação, os competidores terão oportunidade de discutir modelagem de negócios no ambiente de colaboração, com Diogo Takayama da RTN Engenharia; aprender sobre precificação de empresas, com Eduardo Bueno da Smart Value Investiment; treinar a apresentação das propostas com Guilherme Eiras da Yuze; além de ter espaço para troca de experiências entre si. Outra função do evento é proporcionar a aproximação dos públicos com empresas que podem capacitá-los e apoiá-los financeiramente, como aceleradoras e investidores-anjos. As propostas devem estar alinhadas à solução de problemas ou à identificação de oportunidades que tragam melhorias socioambientais para a cadeia produtiva de grãos, tais como: redução de emissão de carbono, diminuição de perdas e ineficiências, gestão de resíduos, uso eficiente de energia, controle ou redução de defensivos químicos, eficiência no uso de recursos hídricos, conservação do solo e soluções colaborativas. O prêmio para o primeiro colocado na categoria startup será a participação na feira internacional de sustentabilidade World Efficiency Solutions, em Paris, na França, em dezembro deste ano. Já o vencedor da categoria ideia será inscrito na Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (Case), que acontece em outubro em São Paulo. Histórico Resultado de parceria entre o Sebrae, a Embrapa e a ONU Meio Ambiente, o Camp de Ecoinovação Agrotech: Sustentabilidade para a Cadeia de Grãos foi lançado durante o Campus Party, que aconteceu em Brasília, em 16 de junho. Na ocasião, foi apresentado o regulamento do desafio. Os interessados tiveram um mês para enviar suas propostas para concorrer como startup ou ideia. Ao todo, foram recebidas 64 inscrições, sendo 27 de startups e 37 de ideias. Foram selecionadas dez propostas em cada categoria em resultado divulgado em 21 de julho . O evento poderá ser acompanhado pelas redes sociais, no perfil da Embrapa no Facebook (facebook/embrapa), na conta do Twitter (@embrapa) e na página do Sebrae no Facebook (facebook/sebraelikeaboss). SERVIÇO Camp de Ecoinovação Agrotech Data: 18 a 20 de agosto de 2017 Endereço: Sociedade Rural do Paraná – Avenida Tiradentes, 6275, Jardim Rosicler, Londrina, Paraná Mais informações: www.sebrae.com.br/desafioagrotechabc

yuze na mídia #11 – Qual é sua fórmula para inovar?

Por Micaela Orikasa   Seguindo uma das temáticas que conduzem o Lidere 2017, a Trilha de Interação do Sebrae deu foco à inovação, inspirando os participantes com cases de sucesso. “Acreditamos que toda empresa inovadora passa por um novo modelo de negócios”, destacou Liciana Pedroso, consultora do Sebrae em Londrina. É justamente nessa tendência que o empreendedor Guilherme Oliveira de Eiras viu sua marca, a Yuze Produtos Cerâmicos “voar” de Londrina para as prateleiras na Suíça e América Latina, além de todo o território nacional. A fórmula de Eiras? Descentralizou o modelo de negócio. Isto é, boa parte dos processos são feitos em parcerias, desde os fornecedores de matéria prima, agências de design e desenvolvimento final do produto. “Desenvolvemos produtos inovadores com base em três pilares básicos: o poder do design, o posicionamento de ser uma marca moderna e não luxuosa, e a atitude questionadora constante”, conta. Essa trajetória começou há quatro anos, quando Eiras idealizou um projeto que unia tecnologia e materiais cerâmicos para indústria odontológica. No meio do processo, enxergou um mercado aberto e promissor em uma área completamente diferente: a de utensílios domésticos. Foi então que transformou toda a ideia, mantendo a base tecnológica. Hoje, a Yuze acumula um crescimento de mais de 300% em dois anos de mercado nacional e internacional. “E a previsão de faturamento para este ano é de R$ 2,5 milhões”, completa. Para viabilizar o projeto, Eiras conta com um investidor anjo, mas sua fórmula de lucro se sustenta em um tripé. “Nossa prioridade é pensar no mercado, depois na estratégia e por último, no produto, ao contrário do que é muito praticado no mercado”, aponta. “A inovação pode vir de um produto inovador, mas também de uma mudança no modelo de negócio. Cada empresa tem que buscar a sua própria fórmula de lucro”, afirmou a consultora do Sebrae.
abc

yuze na mídia #10 – Gift Fair terá a participação de 24 empresas paranaenses

O evento, que acontece entre os dias 28 de fevereiro e 3 de março é a maior feira de decoração e utilidades para a casa

por Gazeta do Povo

05/02/2016

A 52ª Gift Fair e o 19º Salão de Decoração, Artesanato e Design (D.A.D), que acontecem entre os dias 28 de fevereiro a 3 de março no Expo Center Norte, em São Paulo, contará com a presença de 24 empresas do Paraná. Quatro delas vão estrear nesta edição: Velas Fenícia, de Curitiba, Ótima Gráfica, de Pinhais, Pétalo, de Londrina, e Fábrica Geek, de Curitiba. A Gift Fair e o D.A.D., criados há 25 anos, apresentam anualmente novidades no setor de mobiliário, iluminação e diversos produtos para decorar ambientes. “A credibilidade das duas feiras se constituiu ao lado de grandes marcas da indústria como suporte aos seus negócios com o objetivo de abastecer o mercado com novidades. Apesar da crise econômica, há indícios otimistas já que muitos players mantiveram seus investimentos em tecnologia, modernizando coleções e oferecendo novas linhas de produtos”, esclareceu Mauro Jordão, presidente da Laço, promotora do evento.  
ARTVIDRO – BRUNOR www.artvidrobrunor.com.br ALMIRANTE TAMANDARE
GERMER PORCELANAS PROFISSIONAIS www.germer.com.br CAMPO LARGO
DESIGAN www.desigan.com.br CAMPO MAGRO
THE HOME www.thehome.com.br COLOMBO
AVALON IMPORT www.avalonimport.com.br CURITIBA
CHIQUITA BACANA www.chiquita.com.br CURITIBA
FÁBRICA GEEK www.fabricageek.com.br CURITIBA
FIORI DI LEGNO www.fioridilegno.com.br CURITIBA
LE BONBON ATELIER www.lebonbonatelier.com.br CURITIBA
VACA & CIA www.vacaecia.com.br CURITIBA
VELAS FENÍCIA www.velasfenicia.com.br CURITIBA
ÓTIMA GRÁFICA www.otimagrafica.com.br PINHAIS
PASHIMINA www.pashmina.com.br GUARAPUAVA
VENUS VICTRIX www.venusvictrix.com.br GUARAPUAVA
LAÇO DE FITA www.lacofita.com.br JACAREZINHO
PÉTALO www.petalo.com.br LONDRINA
SCABURI MÓVES www.scaburi.com.br LONDRINA
YUZE www.yuze.com.br LONDRINA
CARAMBOLA www.carambolagifts.com CASCAVEL
CASA DO BAÚ www.casadobau.com.br CASCAVEL
BOX HOUSE BRASIL www.boxhousebrasil.com.br FOZ DO IGUACU
DECORVISION www.decorvision.com.br FOZ DO IGUACU
GRILAZER  – ESPETOS E GRELHAS www.grilazer.com.br AMPERE
MTA PANELAS DE ALUMINIO E DE FERRO www.mta.com.br MARMELEIRO
abc

INSTAGRAM